Projeto Político Pedagógico

Nenhum conteúdo disponível até o momento
Justificativa:
O curso está inserido no esforço das políticas atuais pela valorização dos profissionais da educação e, em especial, do professor. Essa valorização se efetiva não
apenas na implantação de um piso salarial nacional, ou na progressão na carreira, mas, também, na construção de processos formativos que possibilite ao professor desenvolver atividades, conteúdos e metodologias com seus alunos, de forma prazerosa e significativa, na perspectiva de consolidação de uma educação pública de qualidade.
O desafio que está posto, portanto, é a realização de cursos que superem os processos formativos tradicionais, fortemente centrados no professor como dono do saber, e que sejam desenvolvidos de forma dialógica, em que os conhecimentos e práticas de professores e alunos se complementem. Tal formação baseia-se em um processo formativo que possibilite o encontro, a interação, a socialização e a construção de saberes e práticas docentes e discentes.
Nesse contexto, o Sistema UAB, instituído pelo Decreto n° 5.800/2006, tem como objetivo o "desenvolvimento da modalidade de educação à distância, com a
finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País". Tal escopo prioriza a formação inicial e continuada dos professores da educação básica, assim como, dirigentes, gestores e trabalhadores em educação dos estados, municípios e do Distrito Federal.
A principal inovação no processo de preparação de cursos nacionais ofertados pela UAB diz respeito à forma de elaboração do Projeto Pedagógico de Curso e ao
modo de produção do material didático das disciplinas que integram a matriz curricular.
Ao mesmo tempo em que esses cursos nacionais apresentam um projeto pedagógico específico para ser ofertado, de forma integral pelas Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES), ele prevê espaços para a inserção de temas e conteúdos que reflitam os contextos e as realidades vivenciadas nas esferas local e regional, buscando atender as diversidades socioeconômicas e culturais.
Nessa perspectiva, por meio de uma formação vinculada à realidade da sociedade tecnológica e globalizada, o Curso de Especialização em Ensino de Ciências
– Anos finais do Ensino Fundamental “Ciência é 10!”, fomentado pela UAB, possibilita ao docente assumir uma atitude mais dinâmica no enfrentamento aos problemas escolares cotidianos.
Neste projeto de Curso de Especialização, são contemplados elementos essenciais para a atuação docente, tais como:
- o incremento na postura crítico-reflexiva acerca do ato educativo;
- a produção de uma visão articulada do trabalho da sala de aula com o ambiente escolar, o projeto político-pedagógico da escola e a relação desta com um projeto de sociedade;
- a percepção das complexas relações entre a educação escolar, o ensino de ciências, a cultura, a tecnologia, a sociedade e o ambiente como uma das possibilidades de inserção dos sujeitos no mundo contemporâneo; e, ainda,
- o fortalecimento do compromisso com a melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem em ciências.
O curso proposto, oriundo da preocupação e da responsabilidade para com o ensino de ciências, visa o investimento tanto na formação continuada de professores, carentes de formação permanente, quanto nas condições das escolas de educação básica, aspectos imprescindíveis na busca pela qualidade do ensino em todas as áreas de conhecimento.



Objetivos:
- Formar profissionais, em nível de especialização, no ensino de diversas áreas de conhecimento, com vistas a assegurar o direito à aprendizagem e a realização do projeto político-pedagógico da escola, a partir de um ambiente escolar que favoreça ao desenvolvimento do conhecimento, da ética e da cidadania;
- Contribuir na qualificação do professor na perspectiva da gestão democrática e da efetivação do direito de aprender com qualidade social;
- Contribuir para a efetiva mudança da dinâmica da sala de aula, na perspectiva de que a busca, socialização e (re)construção do conhecimento sejam garantidas por meio de um processo de ensino e aprendizagem participativo e significativo;
- Implementar o diálogo permanente com a sala de aula, com os conhecimentos que os professores das escolas públicas estarão adquirindo/apreendendo e construindo nas Universidades, conhecimentos tanto no que diz respeito à metodologia quanto aos conteúdos específicos de sua área;
- Garantir a articulação entre os conhecimentos, metodologias e conteúdos acadêmicos, e os conhecimentos e práticas detidos pelos professores.
Araranguá - SC | Criciúma - SC | Indaial - SC | Itapema - SC | Laguna - SC | São José - SC | Tubarão - SC | Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker4-srv2.appdocker4-inst222/05/2022 02:22